Pesquisar este blog

sábado, 18 de junho de 2011

Apresentando Meu Anjo Eduardo, Prisioneiro do Autismo

Meu filho foi diagnosticado como Autista Classico. Com as 14 caracterista aos 3 anos, pelo Drº Raimundo Rosemberg, desde então começou a frequentar a APAE, mas hoje está afastado por não querer mais ir a escola. O Dudu começou a falar algumas palavras até aos 2 anos, mas começou a regredir e simplismente não falou mais nada,embora hoje ele usa uma linguagem que só nós da familia conseguimos entender ele não fala frase completa,ele é muito inteligente e ninguém consegui engana-lo, gosta de se vestir bem e adora usar perfume é muito feliz, adora ir pra shopping tomar sorvete ou comer dogão "que ele diz cachorro au au "Bom sofri muito quando ele era pequeno, pois era hiperativo e os remédios faziam efeito ao contrario,  isto fez com que eu me afastasse das pessoas e dos parentes, mas graças a Deus hoje ele está bem melhor conseguimos achar um remédio que  fizesse efeito e que não tivesse  tando efeito colateral, mas já passei por poucas e boas com ele pois comia tudo que achava pela frente, já comeu até soda , são muito curiosos, isto é alguns , qdo falamos do autismo temos que ter muito cuidado pois cada mãe vai falar do autismo do seu filho, e como apesar de serem considerados todos autista tem muita diferença entre um e outro vários niveis, coisa rara encontra um autista igual ao outro, podem até serem irmãos e são diferentes o comportamento, por isto digo a reportagem exibida no programa no Programa Ana Maria Braga, foi muito boa, mas a mãe estava falando do filho dela e do autismo do filho dela e  que por sinal esta sendo muito bem  asssistido e recebeu diagnostico rápido, mas conheço mães que seus filhos estão entrando na adolescência e ainda não fecharam o diagnostico, tem que ter dinheiro sim , o poder aquisitivo faz muita diferença sim, hoje o quadro do meu filho mudou novamente ,  meu filho esta com 25 anos e estou presa dentro da minha casa não consigo mais nem ir nos lugares que ele gostava , pois esta com compulsão por comida qualquer lanchonete ou mercado que encontre ele foge de mim e sai atropelando tudo que acha pela frente e come tudo que acha pela frente, mas antes ainda era pior, e igual a ele tem muitos por ai. Mas graças a Deus hoje estamos conseguindo divulgar a síndrome no mundo inteiro qdo meu filho foi diagnosticado nem os médicos sabiam ao certo o que era e como tratar esta síndrome.Parabéns a sociedade esta evoluindo, e começando aceitar  o diferente como normal, porém  falta muito ainda , mas vamos chegar La.
Hoje estou assim presa dentro de minha própria casa por não ter mais condições de sair com ele , pois esta fugindo atrás de qualquer tipo de comida foge pras farmácia e supermercados e a grandes lojas de varejos e xops etc..., isto atravessando ruas e avenidas perigosas , sem ter noção nenhuma de perigo. Então prefiro ficar presa com ele dentro de casa.

Relatório feito pela mãe do Eduardo, Vera Lucia alguma dúvida é só perguntar dentro do possivel posso responder com o maior prazer.

Um comentário:

  1. Olá,
    Meu filho tem caracterísicas bem parecidas ao seu. É compulsivo, mas conseguimos controlar.
    Imagino tudo o que vc passa, e quero que saiba, que mesmo não te adiantando muito em termos práticos, vc tem minha solidariedade.
    Abçs
    Claudia Moraes

    ResponderExcluir